Evento gratuito reúne dez horas de atividades culturais em Santos.

Um sábado para evidenciar a cultura negra. É o que promete a Produção Preta – Ecoar e Escoar Afroconectados, que será realizada no sábado (25), das 10 às 21 horas, no Teatro Municipal de Santos. O evento reunirá afroempreendedores da moda, artesanato e gastronomia. A programação é variada e também contará com debates, cinema e apresentações culturais alusivas ao tema. A entrada é gratuita.

A Produção Preta é uma alusão à passagem do Dia Internacional de Luta contra a Discriminação Racial, instituído pela ONU em razão do Massacre de Sharpeville, na África do Sul, no dia 21 de Março de 1960, após a realização de um protesto pacífico. “Serão dez horas de atividades que visam incentivar e destacar a produção cultural negra o e empreendedorismo afro caiçara paulistano”, destacou Renato Azevedo, organizador do evento.

A programação terá início às 10 horas com palestra do Sebrae voltada aos afroempreendedores. Em seguida, às 11h15, Giba do Sapatinho, do Projeto Batucada dos Bambas, se apresenta com  contos do ‘Moleque Bamba’. A Secretaria de Cultura de Santos realiza, às 11h30, o debate ‘Financiamento Cultural e Ações Afirmativas’ para desenvolver a produção cultural negra. a programação com shows musicais e debates segue ao longo do dia.

O Teatro Municipal de Santos fica na Avenida Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias.

Fonte: atribuna.com.br

Orquidário abre inscrições para passeio noturno.

Passeio noturno já pode ser realizado a partir da
semana que vem (Foto: Divulgação)

As inscrições para o passeio noturno no Orquidário, programado para a próxima terça-feira (14) já estão abertas. A atividade, que terá acompanhamento da equipe de educadores ambientais do parque, é voltada a participantes de todas as idades.

Os interessados podem ser inscrever pelo telefone 3225-1353. A taxa é um pacote ou lata de leite em pó, produtos que será destinado ao Fundo Social de Solidariedade (FSS).

  Na visita, com duração de duas horas, o público poderá observar, além da flora típica de Mata Atlântica, o comportamento de animais de hábitos noturnos, como os gatos do mato, jiboias, morcegos e sapos, além das garças, que costumam utilizar o Orquidário como dormitório.

O Orquidário fica   na Praça Washington s/nº, José Menino.

Rascunho automático

Aniversário será celebrado nos próximos dias 11 e 12

O Museu do Café completa 19 anos no dia 12 deste mês e algumas ações serão realizadas para não deixar passar a data em branco.

No dia 11, um sábado, uma equipe do coffee bike proporcionará degustação de cafés no bulevar da Rua Othon Feliciano, no Gonzaga, das 14 às 17 horas.

No dia do aniversário, porém, a comemoração será no próprio museu.  A visitação será gratuita durante todo o horário de funcionamento.

A partir das 14 horas, os visitantes poderão participar de uma degustação de drinks gelados com café elaborados pelo barista do Museu, Hallyson Ramos.

Completando a programação, a Cafeteria do Museu será o cenário de uma instalação fotográfica relembrando momentos importantes desses 19 anos de trajetória, que ficará em exposição até o dia 31 de março.

Endereço

O Museu do Café fica à rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9 às 17 horas, e aos domingos entre 10 e 17 horas.

Os ingressos para visitação custam R$ 10, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Aos sábados, a visitação é gratuita.

Santos quer inaugurar UPA até o fim do ano.

A UPA Central (foto) tem a Fundação ABC como gestora  (Foto: Alberto Marques/ A Tribuna)

Até o final deste ano, a Prefeitura de Santos pretende inaugurar a segunda unidade de pronto atendimento (UPA) do Município. Ela está sendo construída na esquina da Rua Bulcão Viana com a Avenida Jovino de Melo, no Bom Retiro.

O novo equipamento municipal terá capacidade para atender 550 pacientes por dia. Ele vai substituir o pronto-socorro (PS) que funciona no Complexo Hospitalar da Zona Noroeste e que enfrenta uma série de problemas estruturais, além de carecer de mais funcionários.

O anúncio foi feito ontem pelo secretário municipal de Saúde, Fábio Ferraz, durante audiência pública sobre a prestação de contas da pasta do último quadrimestre, na Câmara.

Após o evento, ele admitiu que a nova UPA deverá ser gerenciada por uma organização social (OS), assim como já ocorre com a UPA Central, cuja gestora é a Fundação ABC.

Apesar desses investimentos para ampliar o atendimento à comunidade, é possível notar que o setor ainda apresenta falhas, como a apontada pelo vereador Manoel Constantino (PSDB) durante o evento.

Às 22h30 da última segunda-feira, o parlamentar foi acionado por um munícipe que reclamava da falta de pediatras no PS da Zona Noroeste. Ele ficou na unidade até as 2h30 do dia seguinte. “Havia apenas dois médicos para atender 96 pacientes adultos e mais seis crianças. Isso não pode voltar a acontecer”, desabafou.

Ferraz explicou que a rede municipal possui 13 ou 14 médicos dessa especialidade para atender as unidades de urgência e emergência. E reconheceu que é grande a dificuldade de contratar profissionais.

Reforço regional

O presidente da Comissão Permanente de Finanças do Legislativo e responsável por conduzir a audiência pública de ontem, Antônio Carlos Banha Joaquim (PMDB), defendeu a necessidade de Santos receber uma compensação financeira por atender municípios de outras cidades vizinhas.

Quem concorda é o vereador Braz Antunes (PSD), que também demonstrou preocupação com os gastos da pasta com sentenças judiciais. No último quadrimestre, foram gastos R$ 506.707,03 com essa finalidade.

Banha criticou ainda a tímida participação do Estado nas receitas da saúde de Santos (apenas 2,4%, em 2016). Quase dois terços da verba (65,79%) vieram do próprio município e cerca de um terço (30,69%), do Governo Federal.

O vereador Geonísio Pereira Aguiar, o Boquinha (PSDB), cobrou de Ferraz a instalação da segunda unidade da Seção Núcleo de Atenção ao Toxicodependente (Senat) na Zona Noroeste, já que a obra aguardada há anos e tem uma verba disponível nesse sentido.

Gestora atinge metas na Central

A Fundação ABC, a organização social contratada para gerir a UPA Central, atendeu 100% das metas impostas pela Secretaria Municipal de Santos e está recebendo um número de pacientes acima do pactuado com a pasta.

Por esse motivo, a instituição já está recebendo um montante maior do que o previsto inicialmente como compensação por essa sobrecarga de atendimentos, afirmou o titular da pasta, Fábio Ferraz.

“Isso está ocorrendo eventualmente, em razão do pagamento de horas extras dos funcionários, motivado pelo aumento do fluxo de pacientes”, justificou o secretário.

A UPA Central recebeu diariamente, em média, 690 pessoas de setembro a dezembro do ano passado, sendo que foi idealizada para fazer até 600 atendimentos. Em alguns dias, 900 usuários chegaram a ser recebidos pelas equipes da unidade. Cerca de 40% da demanda é de outras cidades.

Conforme Ferraz, a Fundação ABC deveria receber mensalmente R$ 1,5 milhão, mas em alguns meses essa despesa tem chegado à casa dos R$ 1,6 milhão por conta do excesso de demanda.

O secretário garantiu que todos os números apresentados pela OS referentes aos serviços prestados são devidamente auditados pela equipe da Saúde. “O nosso diálogo é constante. Estamos acompanhando o que acontece na UPA Central”.

Em aniversário de 150 anos do Valongo, relógio volta a funcionar.

Ao meio-dia desta  quinta-feira (16), voltou a funcionar o relógio da Estação do Valongo, marcando o início das comemorações dos 150 anos da chegada da primeira locomotiva a vapor da linha que ligava o Planalto Paulista a Santos.

Estação do Valongo foi construída com capital inglês para operação da São Paulo Railway (Foto:

Pioneira no estado e a 5ª estrada de ferro do país, a São Paulo Railway foi lembrada em exposição fotográfica e em maquetes da estação e outra ferroviária, com réplicas autênticas de vagões da época, inclusive da locomotiva da viagem inaugural, em 1867. As mostras, com entrada gratuita, podem ser apreciadas até domingo (19) no Museu Pelé.

Elogiando a beleza arquitetônica do Largo Marquês de Monte Alegre, onde se encontram a estação, o Santuário de Santo Antônio do Valongo e o Museu Pelé, o ator e trapezista Marcos Frota, que atuou como mestre de cerimônia, chamou Santos de “minha cidade” e elegeu a pequena Raiane Ruby, de três anos, como a “princesinha do Valongo”.

Santos recebe nova edição da Feira de Orgânicos no sábado.

Santos recebe, no sábado (11), mais uma edição da Feira de Orgânicos, no Orquidário, no José Menino.

Organizada pela Secretaria de Meio Ambiente, a feira ocorre entre 9 e 13 horas. No espaço é possível comprar hortifrútis certificados diretamente dos agricultores.

Outra atração é o Espaço Gastronomia, no qual é possível fazer um lanche ou tomar café da manhã ao ar livre, com opções de chás, cafés, bolos, tortas, sucos e salgados. Além disso, há sessões de massagem rápida com a terapeuta Carmen Garcia.

Dia 18

A próxima edição da feira ocorre na outro sábado, dia 18, também das 9 às 13 horas, na escola Leonor Mendes de Barros (Praça Fernandes Pacheco s/nº, Gonzaga).

Rascunho automático

São esperados 3 mil passageiros ao longo do dia (Foto: Carlos Nogueira/A Tribuna)

Os interessados em conhecer o Porto de Santos, que celebra 125 anos nesta quinta-feira (2), podem visitá-lo por meio de um passeio gratuito de escuna até as 18h20. O embarque ocorre na Ponte Edgard Perdigão, na Ponta da Praia. Interessados devem chegar com 30 minutos de antecedência para retirar o ingresso.

Durante o passeio, será possível avistar diversa instalações portuárias, como os terminais de passageiros, de contêineres, de celulose e os de granéis sólidos e líquidos, além do Cais da Marinha e outros postos de referência. O patrocínio é da Marimex – Inteligência Portuária em Logística Integrada e da Praticagem de Santos.

Além de celebrar o aniversário do cais santista, a atividade, também comemora o aniversário da Cidade de Santos (26 de janeiro), o Dia do Trabalhador Portuário (28 de janeiro). O público embarcará nas escunas Tamburutaca (para 90 pessoas), Genesis (150), Mestre dos Mares (190) e Lady Linda (110). Quase 3 mil pessoas são esperadas.

Embarques podem ser feitos até as 18h20 na Ponta da Praia (Foto: Carlos Nogueira/A Tribuna)

 

Rascunho automático

Se você perguntar para os santistas qual ponto turístico da Cidade eles mais gostavam quando eram crianças, a chance do Museu de Pesca estar entre a maioria das respostas é grande. O ponto turístico é parada obrigatória para os moradores de Santos e é dentro do espaço, na Ponta da Praia, que fica o famoso esqueleto de  baleia.

A estrutura da espécie Fin (Balaenoptera physalus) tem nada menos do que 23 metros de comprimento. O esqueleto possui 193 ossos e é de uma baleia de sete toneladas, que ficou encalhada em uma praia de Peruíbe, e atualmente está praticamente extinta.

A peça está em exposição no local desde 1942, e tornou-se, desde então, a atração principal do museu. A ossada encontra-se pendurada por fios no primeiro andar do Museu de Pesca, sendo tão grande que, para a sua instalação, foram derrubadas três paredes do local.

Além de ser um passeio divertido para todas as idades, a visita possibilita mais conhecimento a respeito da vida marinha e dos ecossistemas. O espaço ainda conta com atrações como sala de tubarões, tartarugas e aves, proporcionando até mesmo aos visitantes a experiência de estar na sala de um capitão através de simulação.

O museu está instalado em um casarão que já abrigou o Forte Augusto, no século 18, além de uma Escola de Aprendizes Marinheiros, uma escola de pesca e um Instituto de Pesca.

Informações

O Museu de Pesca fica  na Avenida Bartolomeu de Gusmão, nº 192, na Ponta da Praia, próximo ao Aquário.

O local fica aberto para visitação de quarta a domingo, das 10 às 18 horas. O ingresso custa R$ 5,00, estudantes e professores da rede público com documento pagam meia entrada, crianças até 6 anos e idosos acima de 60 têm entrada franca.

Primeiro trecho do VLT começa a operar comercialmente em 1º de fevereiro

Primeira etapa do VLT vai entregar à população 15 estações (Carlos Nogueira/AT)

O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) começa a operar comercialmente, em todo o primeiro trecho (da Estação Barreiros, em São Vicente, à Porto, em Santos), a partir de fevereiro. Quem afirma é o diretor-presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), Joaquim Lopes.

Embora a estação Conselheiro Nébias ainda esteja em obras, Joaquim Lopes prometeu o início da operação comercial do VLT, nas 15 estações, a partir de 1º de fevereiro. “Ali na Conselheiro falta praticamente o revestimento”, explica.

Isso significa que o VLT passará a atender também as estações Esplanada dos Barreiros, em São Vicente, Ana Costa, Washington Luís, Conselheiro Nébias e Porto, em Santos. Atualmente, os trens circulam por dez estações – da Mascarenhas de Moraes à Bernardino de Campos.

No início de dezembro, Lopes havia prometido que as obras estariam concluídas no dia 21 daquele mês. “Não é que não ficou pronto, a obra civil está pronta. A linha está toda energizada, do Barreiros ao Porto”, justifica.

A princípio, o horário de funcionamento de todas as 15 estações será das 7 horas às 19 horas, como já acontece. Segundo Lopes, esse horário deve ser “logo” ampliado, passando o VLT a funcionar das 6 horas às 23h30.

Cine piscina começa nesta terça-feira (10) no Sesc Santos

O Sesc de Santos fica na Rua Conselheiro Ribas, 136, na Aparecida (Foto: Divulgação/ Delamonica Fotos)

Quem quer espantar o calor e curtir um cinema ao mesmo tempo tem lugar certo. Desta terça-feira (10) até sexta-feira (13), o Sesc Santos oferece filmes para toda a família na área da piscina. A atividade é grátis e começa às 20 horas.

As produções exibidas serão As férias Do Pequeno Nicolau, Surf Adventures 2, Soul Surfer – coragem de viver e Ginga. O endereço é Rua Conselheiro Ribas, 136, no bairro Aparecida. Informações pelo telefone 3278-9800