Caravana da Coca-Cola passará na orla de Santos e São Vicente nesta quinta.

Depois da decoração de comércios e casas e da chegada dos papais noéis aos shoppings da região, mais um evento deixa claro que o Natal está perto. Na quinta-feira (1º), Santos e São Vicente recebem a Caravana de Natal da Coca-Cola.

Estas, por sinal, serão as únicas cidades do Litoral dentro da programação da multinacional.

A partir das 19 horas, cinco caminhões decorados e totalmente iluminados saem da Avenida Ayrton Senna da Silva, no Itararé, perto da área de embarque do teleférico, em São Vicente, e seguem em desfile em direção a Santos, onde circulam por toda a orla até chegar ao Canal 6, na Ponta da Praia.

De lá, a caravana segue pelas avenidas Coronel Joaquim Montenegro, Afonso Pena e General Francisco Glicério, até alcançar a Avenida Ana Costa por volta das 23 horas.

De acordo com a assessoria de imprensa da Coca-Cola, para este ano não devem ocorrer pontos de parada ou atrações ao longo do percurso.

Trânsito

Em São Vicente, a Prefeitura garante que no trecho por onde os caminhões irão passar não haverá interdições.

Em Santos, também não há previsão de interdições, mas a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) fará a escolta com três motos desde a divisa vicentina até o final do roteiro pela Cidade.

Depois da decoração de comércios e casas e da chegada dos papais noéis aos shoppings da região, mais um evento deixa claro que o Natal está perto. Na quinta-feira (1º), Santos e São Vicente recebem a Caravana de Natal da Coca-Cola.

Estas, por sinal, serão as únicas cidades do Litoral dentro da programação da multinacional.

A partir das 19 horas, cinco caminhões decorados e totalmente iluminados saem da Avenida Ayrton Senna da Silva, no Itararé, perto da área de embarque do teleférico, em São Vicente, e seguem em desfile em direção a Santos, onde circulam por toda a orla até chegar ao Canal 6, na Ponta da Praia.

De lá, a caravana segue pelas avenidas Coronel Joaquim Montenegro, Afonso Pena e General Francisco Glicério, até alcançar a Avenida Ana Costa por volta das 23 horas.

Santos e São Vicente serão as únicas cidades da região que vão receber a Caravana ( Foto: Irandy Ribas / A Tribuna)

De acordo com a assessoria de imprensa da Coca-Cola, para este ano não devem ocorrer pontos de parada ou atrações ao longo do percurso.

Trânsito

Em São Vicente, a Prefeitura garante que no trecho por onde os caminhões irão passar não haverá interdições.

Em Santos, também não há previsão de interdições, mas a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) fará a escolta com três motos desde a divisa vicentina até o final do roteiro pela Cidade.

Evento no sábado, em Santos, reunirá empreendedores da Baixada Santista

Com 48 expositores, o primeiro Bazar 013 acontece neste sábado (26), em Santos. O projeto reúne empreendedores da região que buscam promover e mostrar criatividade dos seus produtos. A entrada é gratuita.

Entre os participantes, estão os que produzem artesanato, cosméticos, moda feminina e infantil, acessórios, design, arte, alimentos, entre outros. O evento terá também uma ação solidária em prol da ONG Defesa da Vida Animal.

A organização realiza serviços para famílias de baixa renda. São cerca 300 atendimentos entre consultas e cirurgias por mês. No evento, caixas de sabonetes em forma de ossinhos serão vendidos em prol da iniciativa.

O encontro acontece das 13 às 19 horas no Espaço Cassino, localizado na Avenida Francisco Glicério, 405, no Gonzaga. Além dos expositores e da ação solidária, o local também receberá uma praça de alimentação.

Baixada Santista receberá R$ 4,5 milhões em verba federal para Saúde

Santos, Guarujá e Itanhaém vão receber o dinheiro que será destinado a hospitais e UPAs da região

Santos, Guarujá e Itanhaém receberão mais de R$ 4,5 milhões em verba federal para a Saúde. A notícia foi anunciada na manhã desta segunda-feira (24) no Palácio dos Bandeirantes, em evento com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, o secretário Estadual de Saúde, David Uip, e o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin. Dezenas de prefeitos e autoridades também participaram.

Para as cidades da Baixada Santista, o montante foi dividido de duas formas. Serão destinados R$ 413.910,00 aos leitos de unidade de cuidados intermediários do Hospital Santo Amaro, em Guarujá.

Já Itanhaém vai receber R$ 1,2 milhão anuais para uso na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), assim como Santos, que terá direito a R$ 3 milhões.

Outras unidades

Em todo o País, 216 entidades filantrópicas receberão um repasse total de R$ 371,9 milhões ao ano. Essas unidades atendem 43%  das internações que ocorrem no Brasil.

Serão liberados também outros R$ 141,1 milhão ao pagamento  de emendas a 255 instituições prestadoras de serviço ao Sistema Único de Saúde  (SUS).

No Estado, o total é de R$ 84,2 milhões. Destes, R$ 48,2 milhões vão para 40 entidades filantrópicas, incluindo hospitais e unidades da Santa Casa, além de 20 UPAs, cujo custeio será de R$ 36 milhões ao ano. Também serão enviados R$39 milhões em emendas.

O dinheiro vem com a ajuda da economia feita nos últimos 100 dias, pelo Ministério da Saúde, que reduziu em 20% os custos de contratos com empresas de tecnologia, em 33% os gastos com serviços gerais (aluguéis e telefone, por exemplo) e em até 39% os gastos com a compra de medicamentos. Foram extintos ainda 417 cargos, sendo 335 deles de livre nomeação.

A Tribuna

Lar das Moças Cegas realiza feira de variedades em Santos

Toda a arrecadação com a venda dos produtos será revertida para a instituição

Entre segunda (3) e sexta-feira (7), o Lar das Moças Cegas (LMC) de Santos realiza feira beneficente com a participação de mais de 50 expositores.

A Feira de Variedades do LMC conta com grande variedade de produtos e presentes. São itens de cama, mesa e banho, roupas, calçados, bolsas, cosméticos, bijuterias, artigos esotéricos, linha bebê, doces, conservas, lembrancinhas para festas e artesanatos em geral.

Além disso, há o espaço “Feito por nós”, que traz sabonetes artesanais, fuxicos, mosaicos, tapetes, panos de prato e outros produtos confeccionados por voluntários e alunos da Oficina Pedagógica do LMC. As atividades promovem a inclusão social, a autonomia e a independência dos deficientes visuais.

Toda a arrecadação com a venda dos produtos é investida em reformas e melhorias da entidade que há mais de 70 anos educa e reabilita os deficientes visuais da Baixada Santista. Atualmente são cerca de 200 deficientes visuais atendidos e todo o serviço é gratuito.

O evento ocorre das 10 às 19 horas, no salão da entidade, localizado na Rua Carvalho de Mendonça, 229, Vila Mathias, em Santos. A entrada é gratuita.

Semáforos inteligentes são instalados em Santos

Equipamento conta com câmera, que faz a contagem dos veículos. A partir daí, o tempo do sinal verde é autoregulado

Centro de Controle da CET monitora os equipamentos
(Foto: Alberto Marques/A Tribuna)

A Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos (CET-Santos) concluiu a instalação dos semáforos inteligentes. Em toda a Cidade são 49 os cruzamentos que contam com a tecnologia de programação em tempo real, de acordo com a quantidade de veículos no tráfego.

Os equipamentos estão distribuídos pelas avenidas Nossa Senhora de Fátima e Ana Costa e também na avenida da praia. Na Zona Noroeste, a implementação do sistema está consolidada, segundo a CET-Santos. Agora, os equipamentos da Ana Costa e da avenida da praia passam por ajustes para afinar o funcionamento do sistema.

O objetivo do semáforo inteligente é propiciar fluidez ao tráfego. Cada conjunto de semáforos tem uma câmera instalada, que faz a contagem dos veículos que passam. A partir dessa informação, o tempo do sinal verde é autoregulado. No modelo anterior, a programação dos semáforos era fixa, estabelecida por um tempo médio calculado pelos operadores de trânsito.

“Os engenheiros tiram um retrato da realidade de um dia e fazem a programação para funcionar durante meses. Mas nem sempre isso resolve, pois o trânsito, por exemplo, pode estar muito ligado ao clima”, explica Marco Antônio Lopes, gerente da Brascontrol – empresa que fornece a tecnologia para CET-Santos. Além de Santos, Mauá (SP) e Macaé (RJ) também utilizam o equipamento.

Locais

Nas avenidas Nossa Senhora de Fátima e Martins Fontes (cruzamentos desde a Rua Júlia Ferreira de Carvalho até a Rua São Sebastião), a tecnologia já está totalmente implantada. Na Avenida Ana Costa (a partir da Joaquim Távora até a Praça Independência), em ajustes. Na Orla (desde a divisa Santos/São Vicente até a Rua Alexandre Martins), em testes.

Em Santos, o serviço foi contratado por licitação pelo valor de R$ 2.854.570,00. O recurso vem do Ministério das Cidades (R$ 2,5 milhões, de emenda do deputado federal Beto Mansur) e o restante do Fundo Metropolitano (Agem).

Planejamento

A nova tecnologia também fornece para a CET-Santos dados que poderão ser usados a longo prazo. Por exemplo, o monitoramento no tráfego pela Avenida Ana Costa mostrou até o momento que o fluxo é maior no período das 6 horas até às 9 horas, na pista sentido praia Centro.

“Com esse histórico da Cidade temos condição de analisar se as vias precisam de ampliação do horário de corredor de ônibus ou desativação do estacionamento regulamento”, argumenta a diretora de planejamento e projetos, Luciane Beck.

A mesma tecnologia será implementada pela EMTU nos cruzamentos de passagem do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) em Santos.

Secretário portuário estará no Santos Export

A Tribuna

 

A 14ª edição do evento acontecerá no Mendes Convention Center, em Santos,

O secretário de Infraestrutura Portuária do Ministério de Transportes, Portos e Aviação Civil, Daniel Maciel de Menezes Silva, confirmou presença na 14ª edição do Santos Export – Fórum Internacional para a Expansão do Porto de Santos, que acontecerá nas próximas segunda e terça-feira, em Santos. O evento está com inscrições abertas.

Menezes Silva será um dos debatedores no painel que vai discutir um novo modelo de dragagem portuária, que acontecerá às 14h30 de terça-feira. Atualmente, o Porto luta para firmar um novo contrato do serviço. Além dele, o diretor-presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp, a Autoridade Portuária de Santos), José Alex Oliva, o diretor da Associação Comercial de Santos (ACS) Márcio Calves e o diretor-executivo do Centro Nacional de Navegação (Centronave), Cláudio Loureiro, participarão dos debates.

Antes disso, pela manhã, serão discutidas as alternativas viárias para o acesso ao cais santista. Neste painel, os debatedores serão o presidente do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp), Roberto Teller, e o presidente da Associação das Empresas do Distrito Industrial e Portuário da Alemoa (AMA), João Maria Menano.

Já as mudanças e adaptações na nova Lei dos Portos e a descentralização da administração portuária serão os temas do terceiro painel do evento. Entre os participantes, estão o diretor-geral da Antaq, Adalberto Torkaski, o presidente da Associação Brasileira de Terminais de Líquidos (ABTL), Carlos Kopittke, e o secretário-executivo da Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados (Abtra), Matheus Miller.

Inscrições

Interessados em participar da 14ª edição do Santos Export devem acessar o site www.unaeventos.com.br/forumsantosexport/2016 e preencher os dados. Em seguida, será gerado um boleto bancário e, mediante a confirmação do pagamento, o participante receberá um e-mail de confirmação. As vagas são limitadas

Setembro é mês de alerta para o coração

O mês de setembro começa com a luz vermelha acesa. Essa é a cor da campanha que será lançada nesta quinta-feira pelo Rotary Club para que a população fique mais atenta a doenças do coração. Estão previstas diversas ações de conscientização em Santos.

“O projeto Coração Alerta – Setembro Vermelho nasceu porque a Baixada Santista, entre as regiões metropolitanas do Estado, é a que apresenta o maior índice de mortalidade cardiovascular”, diz Theo Macchi, coordenador do projeto.

O médico cardiologista e integrante do Rotary Club, Luiz Claudio Mendes Carvalho, afirma ainda que para mudar esse quadro é preciso que a pessoa vítima de infarto procure rapidamente o hospital e seja atendida com os devidos recursos.

“O objetivo é a gente fazer um projeto de educação cardiovascular para o público leigo para que ele entenda quais são os sintomas e a importância de se procurar o hospital de forma rápida”, cita o especialista.

Na programação do evento estão previstas palestras de conscientização em Unidades Básicas de Saúde (UBS), nos bairros do Bom Retiro, Jabaquara, Ponta da Praia e Vila Nova (dias 26, 27, 28 e 30, respectivamente).

Já nos dias 17 e 24, será feito na Cidade um pedágio com panfletagem, aferição de pressão, testes de glicemia e colesterol em frente ao Shopping Parque Balneário, no Gonzaga. No dia 29, a equipe fará a mesma coisa na Praça Mauá, no Centro.

Além disso, os organizadores solicitaram à Prefeitura de Santos que ilumine prédios públicos – como a Pinacoteca Benedicto Calixto – com a cor vermelha para chamar a atenção das pessoas.

Rascunho automático

A Tribuna

Prédio histórico funciona como espaço dedicado à convivência cidadã e à atualização cultural

Antiga Estação Ferroviária de Santos fica na
Avenida Ana Costa (Foto: Divulgação)

O prédio da antiga Estação Ferroviária Sorocabana, que fica na Avenida Ana Costa, 340, é um espaço de convivência cidadã e atualização cultural que se destaca em meio aos demais edifícios comerciais. Gerido pela ONG Fórum da Cidadania de Santos, o prédio recebe programação especial, nesta sexta-feira (26) até dia 5 de setembro, em comemoração aos seus dez anos de atividades.

As atividades deste fim de semana têm início na sexta-feira, às 19 horas, com o Encontro do Movimento Inter-Religioso pela Cidadania (MIRC), para debater temas ligados à tolerância religiosa, e o lançamento dos livros “O Amor é Lindo”, de Ademir Demarchi, e “Sonetos de Amor em Branco e Preto”, de Manoel Herzog (terceiro lugar em Poesia no Prêmio Jabuti 2015).

No sábado, às 15 horas, tem o Encontro de Preservação da Memória Ferroviária – Nos Trilhos do Trenzinho do Litoral, com painéis de fotografias e histórico da linha Santos a Juquiá, exposição de peças históricas da ferrovia e exibição de filmes que mostram como era o funcionamento das estação da região. O encontro será coordenado por André Galdlino, com apoio institucional da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária.

Nos mesmos dia e horário, também tem o Sarau Caiçara, em sua 26º edição, que promove o Encontro de Artistas de Coletivos da Baixada Santista e de São Paulo para celebrar e debater a Cultura Caiçara, com música, teatro, dança e literatura. A curadoria e apresentação o sarau são de  Márcio Barreto, com palco aberto à participação do público. Informações pelo tel. 3221-2034.

SP oferece 65 bolsas para universitários da Baixada Santista.

bolsa_universidade

A Secretaria da Educação de São Paulo está à procura de estudantes universitários interessados em atuar como educadores na Escola da Família. Atualmente presente em mais de duas mil escolas, o programa oferece atividades gratuitas a alunos e comunidades aos fins de semanas e contam com a ajuda de universitários de diferentes áreas, incluindo saúde, cultura, esporte e trabalho. Os interessados podem se inscrever até o dia 14 de agosto no site.

Para concorrer a uma das 65 vagas do Bolsa Universidade, o candidato deve preencher alguns requisitos: estar regularmente matriculado em um curso de graduação em instituição privada de ensino superior conveniada à Secretaria; não ser beneficiário de bolsa de estudos ou financiamento; não possuir ensino superior completo; e ter disponibilidade para cumprir a carga de 8 horas (sábado ou domingo). Atualmente, o projeto está presente em mais de 2 mil escolas da capital, região metropolitana e interior.

A proposta é que os alunos universitários auxiliem na elaboração de ações e projetos para um público variado (crianças, adolescentes, adultos e idosos) e trabalhem com os voluntários do programa servindo a comunidade nas oficinas e projetos desenvolvidos no espaço. As atividades são supervisionadas pelos professores e coordenadores das unidades. Pelo trabalho, a Secretaria custeia 50% do valor da mensalidade do curso até o limite de R$ 500,00. O restante é assumido pelas instituições de ensino superior parceira.
Etapas de seleção
Após a inscrição online, é necessário que o candidato apresente a documentação exigida no regulamento na Diretoria de Ensino. Os alunos selecionados pelo programa serão encaminhados a uma escola estadual de acordo com a pontuação, a quantidade de vagas disponíveis no curso de graduação e o número de vagas por região. O regulamento pode ser consultado no momento da inscrição. As atividades dos novos bolsistas estão previstas para ter início no dia 03 de setembro.
Confira a matéria completa:
www.atribuna.com.br

Mães empreendedoras se unem em feira colaborativa neste domingo

O empreendedorismo tem sido o caminho natural para muitas pessoas que engrossam as estatísticas do desemprego no Brasil. Neste universo, as mães encontram nesse caminho a chance de equilibrar a balança entre o exercício profissional e o lado pessoal. Horários mais flexíveis, possibilidade de trabalhar em casa, exercer habilidades pouco exploradas e acompanhar de perto o crescimento dos filhos são alguns dos pontos positivos de se empreender.

E para estimular que mães comprem de outras mães será realizado o bazar Maternas Criativas – Feira Colaborativa neste domingo (7), das 14 às 20 horas, no Espaço Partejar, à Rua Bahia, 86, no Gonzaga, em Santos. É aberto a qualquer interessado, com entrada gratuita e distribuição de brindes.

O evento é organizado por um coletivo de mães empreendedoras da Baixada Santista articuladas em um núcleo regional inspirado na rede Maternativa (www.maternativa.com.br), que estimula e divulga o empreendedorismo materno e as discussões sobre o assunto.

 Serão 30 expositoras dos mais variados segmentos: brinquedos, artesanatos, calçados e roupas para crianças e adultos, cosméticos, acessórios e alimentação. Tudo é criado, produzido ou comercializado pelas próprias mães.

Confira a matéria na íntegra : www.atribuna.com.br